22 de maio de 2013

Alguns poemas e frases de Felipe da S. Alves

Deitado em seu sangue, eu sinto seu gosto doce.
Ao tocar seus lábios, eu sinto o que você esconde.
Olhando em seus olhos.
Eu vejo a beleza vermelha que reside em seu interior.
A mulher perfeita, o toque perfeito.
A canção perfeita para alguém como eu.
Eu sou seu Ethan.
Eu sou a escuridão que lhe protege.
E você é o sangue que me faz viver.



A beleza distorcida de forma incomparável.

A paisagem corrompida de forma prazerosa.
A maldade mais acolhedora e confortante. 
A perturbação refletida do meu ser



Cada vez mais acredito. Insanidade e o Horror as vezes, pode ser uma das mais belas artes expressadas pelo consciente!

Diga-me seus piores pesadelos que o transformarei em seus maiores prazeres!



A escuridão consome minha alma

A dor é minha melhor amiga.
A morte é a minha salvação.

Confira mais textos de Felipe da S. Alves em: http://fellcontos.blogspot.com.br/

20 de maio de 2013

01: Como você contribui ecologicamente com o planeta?

Responda esclarecendo abertamente sua posição na área de comentários abaixo. Pode responder em anônimo, se preferir.

1 de maio de 2013

O pequeno retrato, as meninas, um lugar e o cogumelo

Esses dois primeiros estão se repetindo por conta da qualidade anterior. As imagens apresentadas após os desenhos são do Instituto D. Escolástica Rosa, maioria da pequena capela do fundo do prédio. Cliquem em cima da imagens para ampliá-las.







Sara com a cabeça nas núvens e a pedra branca

"Sua mão tocou-se em explícito
 o ombro nú de pele virgem"















 Desenhos feitos à mão, utilizando aplicativo de um tablet.

Adivinhem o que é isso.